Langkawi – A ilha mais linda da Malásia – divisa com Tailândia.

         Em Abril de 2016 , eu, meu marido e meu filho (que na época tinha 2 aninhos) fomos conhecer esse paraíso tropical na Asia!  Langkawi, pouco conhecida pelos brasileiros e idolatrada pelos britânicos, é um lugar muito, mas muito especial no mundo… explicarei melhor  logo em seguida.

           Langkawi na verdade é um arquipélago de 102 ilhas, no mar do Andamão, norte da Malásia, fronteira com a Tailândia. Seu mar é o mesmo que banha a famosa Tailândia. Para chegar lá nós pegamos um vôo direto da Qatar Airways de Doha para Kuala Lumpur, ficamos uns 5 dias em KL (link sobre o  Post Kuala Lumpur).  Pegamos um vôo local para Langkawi com duração aproximada de 1 hora, e um custo baixíssimo de apenas U$ 25,00 dólares com a Air Asia. Isso quer dizer que se você está viajando pelo sudoeste Asiático, certamente sera muito fácil chegar em Langkawi ou em Kuala Lumpur, e digo que apesar da moda agora ser ir pra Tailândia (e não tenho nada contra isso) mas que é possível por um preço muito baixo, conhecer a Malásia que é um país INCRÍVEL, bem estruturado para o Turismo, sem a prostituição e apelação ao turista que sabemos bem que existe em muitos lugares da Tailândia. Digamos que a Malásia seja um destino tropical mais familiar e estruturado no Sudoeste Asiático. De lá saem barcos diários para a ilha de Koh Lipe na Tailândia. O brasileiro não precisa de visto para visitar a Malásia 🙂

       img_08961

       Langkawi não é uma ilha qualquer, possui uma biodiversidade incrível, um Geoparque gigante, observatórios, teleféricos, praias lindas, montanhas, florestas, cascatas e uma cidade tradicional malaia.

Segue um video/documentário incrível que me seduziu a conhecer esse lugar, recomendo a todos os curiosos por lugares exóticos de natureza exuberante:

     Nos hospedamos no maravilhoso hotel Meritus Pelangi Resort 5*, o resort conta com uma infra-estrutura  de lazer para crianças e adultos. Esta em frente a praia e tem quartos muito espaçosos com boas varandas. Muitas vezes, procurando com antecedência, encontra-se umas tarifas bem atrativas. Em se tratando de Malásia, vale a pena procurar bons hotéis pois a relação custo x benefício é sempre positiva. Segue algumas fotos do hotel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

        Tivemos 7 dias incríveis por lá, a assistência foi em português pois encontramos um amigo que mora lá e nos acompanhou em tudo. Quem desejar assistência para organizar os passeios , pode me mandar um email e tentarei ajudar no que for possível já que o amigo não trabalha mais como guia.

       No primeiro dia fomos direto para o Teleférico de Langkawi. O lugar funciona na verdade como um complexo turístico. Na sua base tem laguinho, cinema 4d, lojinhas e restaurantes. A vista é de tirar o fôlego e são 2 trajetos longos de teleférico até chegar a parte mais alta. De lá também você chega no Sky Bridge, ponte sobre o céu.

DCIM100GOPROGOPR3742.

     Nosso segundo passeio foi um tour pela cidade e um jantar típico malaio! A comida é uma delicia. Camarões deep Fried e Frango no molho agridoce malaio foram nossos campeões de pedidos.

    No segundo dia fomos para a praia mais linda (na minha opinião) Tanjung Rhu Beach:

12920294_10208672509465993_7047866784164509656_n
nosso modelo de fraldas encantado com a praia. A agua é morna como as do nordeste para a nossa alegriaaaaa!!

Mais imagens dessa praia e de outros lugares vocês poderão conferir no final do post , no video que fizemos sobre Langkawi.

    No dia seguinte fizemos um passeio privativo de barco pelo Geoparque passando pelo rio, manguezais, mar, cavernas com morcegos e observatório de águias. É um passeio que permite uma imersão incrível… são muitos momentos de gratidão, entusiasmo e paz.

       No outro dia fizemos o Island hopping que inclui o incrível lago de Dayang, uma trilha ate chegar lá (cuidado com os monkeys pra variar) e a visita a uma outra ilha linda Pulau Beras.

dayang-bunting-lake-0312472659_10208687478000197_1869734365246517217_n13178713_10208611486512097_3317450291360185455_n

Um outro passeio , foi na verdade uma visita a um lugar onde só os locais vão. Uma praia escondida, linda, selvagem, de agua cristalina e morninha. O nome não me vem a cabeça agora, mas esta em uma das cenas no video logo mais abaixo.

Fomos também a uma pequena floresta, onde fizemos uma trilha e chegamos numa cachoeira alta, com uma vista linda!

E enfim…o nosso vídeo de Langkawi:

Esperam que tenham curtido! Se puderem curtam minha page do facebook – TAKE A BREAK E VIAJE FACEBOOK  também e participem do Grupo de Consultoria CONSULTORIA .

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Peça já seu orçamento!

saludos e até a próxima aventura!

Kuala Lumpur – a capital da Malásia (O país asiático do meu coração.)

Dos lugares por onde andei… Kuala Lumpur foi um desses que você não espera nada, e ele te dá tudo e mais um pouco.

        A primeira vez que fui à Kuala Lumpur foi em Julho de 2013. A viagem durou 7 dias muito bem aproveitados. Saímos de Doha/Qatar num vôo direto da Qatar Airways que dura aproximadamente 7 horas e meia. Eu sei bem, se você está no Brasil e pretende ir para lá já deve tá pensando o quão longe é…e quantas horas de viagem vai levar! Pois é… longe pra dedéu. Pra mim, quanto mais longe, melhor, mais impactante, mais diferente… O meu conselho para os viajantes que saem do Brasil é… vá com uma das 2 melhores companhias aéreas  do mundo que voa direto por mais ou menos 15 horas (Emirates (chegando em Dubai) ou Qatar Airways (chegando no Qatar) e faça o stop de um dia ,no mínimo,  que elas oferecem o visto por conta.  Se tiver disposição vale MUITO a pena conhecer qualquer uma das duas cidades. São as mais modernas do mundo Árabe, ficam situadas no Golfo Pérsico, ambas têm um por do Sol magnífico e um Souk (Mercado de Especiarias, Ouro, artesanatos, e etc) MARAVILHOSO. Não me prolongarei aqui no mundo árabe pois isso serão cenas para  próximas postagens e vídeos. Morei em Doha/Qatar por 5 anos e posso dizer que há muita beleza por alí…

          Uma outra questão importante para quem decide ir para a Ásia… Planeje-se bem, equilibre sua viagem, por exemplo: se vais para Bali na Indonésia, Tailândia, Camboja, Vietnã, ou algum outro país próximo desses menos modernos e queira vê um outro país mais moderno que esteja ali pertinho…NÃO deixe Cingapura passar! E se de quebra você quer fazer valer a pena os muitos reais que você vai gastar ou gastou de passagem … Pare sim nos Emirados (STOP FREE) depois parta para o seu destino principal e volte por Cingapura. Daí você traz na sua bagagem invisível (a mais importante) o Mundo Árabe, Asia moderna, Asia tradicional. EXEMPLO DE ROTA: SAO PAULO/DUBAI (VOO DIRETO) – DUBAI/BANGKOK (VOO DIRETO) –   – CINGAPURA/SAO PAULO (VOO COM CONEXÃO RAPIDA EM DUBAI).O trecho BANGKOK/CINGAPURA ( Faca a parte POR UMA CIA ASIATICA LOCAL, o preço é muito bom).

        Pois bem, continuando em Kuala Lumpur. Eu fiquei hospedada e super recomendo o hotel Traders, ele é maravilhosamente bem localizado, tem uma infra estrutura maneira e um preço que cabe no bolso da maioria das pessoas que optam por hotel. Ótima opção para famílias com crianças pois o hotel esta ao lado do KLCC Park, KLCC Mall, KlCC Aquaria, Pavillon Mall e Restaurantes. O Hotel tem vista para as maiores torres gêmeas do mundo as PETRONAS TWIN TOWERS. O Parque KLCC é conectado com Shopping que é conectado com estação de metrô e etc.

Petronas Twin Towers e entrada do shopping Suria KLCC.Petronas-Twin-Towers_0

No primeiro dia conhecemos os arredores, andando sempre. Cada lugar por mais normal que possa parecer ( Um parque, um shopping), para nós (ocidentais) é super diferente em cada detalhe. A Influência da Malásia é uma mistura de culturas incrível  (Indiano, Chinês e Malaio). Ali parece que toda a diferença está em harmonia perfeita. Para começar eles são maioria muçulmana, mas turistas podem andar de roupas normais, comer carne de porco nos restaurantes, bebidas alcoólicas são permitidas em locais públicos , no período do Ramadan não precisamos nos esconder para beber água, enfim, super tolerantes.

À noitinha paramos no bairro boêmio da cidade chamado Bukit Bitang. Achamos um lugarzinho onde haviam muitas comidas típicas. Comi um peixinho frito e bebi agua de coco para matar a saudade do meu Brasil e do meu Ceará.

965714_10201289082004921_1552648962_o

           Um dos principais pontos turísticos da Malásia se chama Batu Caves que é um templo Indu localizado no distrito de Gombak há 17 km da capital KL. O acesso pode ser feito através de taxi tranquilamente. A Estatua dourada do Deus Murungan de 43 metros de altura (foto abaixo) é simplesmente magnifica, uma das coisas mais lindas e impactantes que já ví na vida.

64855_10201310374268854_223423744_n

Depois subimos 272 degraus para entrar na Caverna principal. Acompanhados de macaquinhos malandrinhos que tentam pegar qualquer coisa que você tenha.. (Biscoito, salgadinhos, óculos, chapéu …) tenham cuidado eles não são mole não.

1001676_10201323859245970_638472100_n

Dentro da caverna é ainda mais impactante. O Visual de fora para dentro, as Estatuas, as oferendas, os incensos… São sensações difíceis de descrever. Seguem algumas fotos.

A Malásia têm um clima tropical muito parecido com o Brasil. A diversidade gastronômica é bacana e a culinária própria é muito boa e exótica (um pouco menos exótica  que a tailandesa).

No outro dia visitamos o Parque Selangor. Lindo, lindo…Grande, com carruagens, fontes de agua, jardins e arborismo. Um estilo asia de parque, bem estruturado, bem cuidado e impecável. Selangor é uma região bem bonita próxima a KL que abriga um dos maiores parques temáticos de lá o Sunway Lagoon.

Algumas fotos do Parque Selangor:

      No dia seguinte resolvemos ir mais longe e visitamos uma cidade nas montanhas chamada Fraser Hills . Toda pacata, verdinha, com muita coisa linda para se vê. Tivemos uma impressão mais verdadeira da Malásia nessa cidadezinha. Comemos em um restaurante pequeno bem típico e respiramos um ar puro e fresco que nos fazia falta ja que naquele momentos morávamos em Doha/Qatar.

Essa foi nossa viagem de 7 dias pela primeira vez em Kuala Lumpur. Nessa época nós não tínhamos nosso Gabrielzinho, gostamos tanto de KL que resolvemos levar ele lá e voltamos outra vez em 2016. Dessa outra viagem para KL fizemos um vídeo bem legal de viagem em família visitando alguns outros lugares que não havíamos visitado ainda. Segue link para que possam vê nosso vídeo:

E o que eu posso dizer para terminar esse post é que reforçando o título, Kuala Lumpur é uma cidade que mexeu muito com meus sentimentos de viajante apaixonada… o sentimento por essa viagem é especial, não foi paixão boba não, foi intensa. Voltaria mil vezes para lá..pois é onde de alguma forma me sinto em casa, mesmo estando tão longe geograficamente. Me pareceu como se fosse um pedacinho de um “Brasil Asiático” . Uma mistura que fez o país ser mais interessante que qualquer outro. O verde é mais verde por lá, o idioma é engraçado, há muita espontaneidade nas pessoas, mistura,  e muitos sorrisos.

Recomendo demais o destino e em breve teremos um post sobre o lugar mais turístico da Malásia,  o arquipélago de Langkawi.

Qualquer dúvida, favor contactar que ajudarei com muito prazer!

Mais lugares interessantes em Kuala Lumpur e arredores:

 KL Bird Park:  https://www.klbirdpark.com – O maior parque aviário do mundo

Putrajaya ( capital administrativa da Malásia) : https://www.youtube.com/watch?v=_Or5RJ2NlJg

Thean Hou Temple – templo chinês

Mercado central de Kuala Lumpur 

10247362_10203336773635932_5389029670981238999_n

Quer ideias de roteiros pela Ásia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo?

Peça já seu orçamento!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

A bela ilha de Bali – Indonésia

cropped-10322800_10203299168547468_4384113625762024468_n

              Bali na Indonesia, a  bela ilha do filme Comer, rezar e amar, estrelado pela linda Julia Roberts…Bali se encaixa na parte (amar) do filme, o que não poderia ser diferente! Gente… Bali é natureza pura..e espiritualidade também. Tem muito mais coisa para vê do que se imagina, mais natureza mesmo, nao esperem grandes shoppings e estruturas modernas. Bali é rústica e muito turística, porém, suas ruas estreitas não são adequadas  ao fluxo crazy de motobykes, motos, carros, ônibus e etc…

             Nós fomos a Bali (eu e meu marido)  em Novembro de 2012, o clima estava perfeito, passamos 7 dias bem aproveitados por lá. Ao chegar nos deparamos com um simples e acolhedor aeroporto típico de ilha, um fluxo impressionante de pessoas, e um pegamos um trânsito intenso ao sair, trocamos um pouco de dinheiro ali mesmo. Pegamos um taxi no aeroporto e fomos para nosso hotel em Ubud. Escolhemos ficar no centro da ilha onde ficam os arrozais e a parte mais verde, de lá para a maioria  das atrações turisticas como: cachoeiras, lagos, templos do lago, show cultural típico,  floresta do macacos , dentre outros , fica bem mais perto. Ficar hospedado na costa, onde o trânsito é intenso e onde o turismo é menos “saudável “, para nós nao pareceu ser uma boa opção , nosso foco não era apenas praias, já que, diga-se de passagem, no Brasil nós temos também praias incríveis, enfim… Ubud é um bairro muito bom, com excelentes restaurantes, centro de artesanato  e localização perfeita para se explorar a Ilha de maneira mais proveitosa.

             Pagamos algo em torno de 120 dólares a diaria, para ficar em um hotel 5 estrelas, lindo, num estilo super Bali de ser, cheio de piscinas verdes, estátuas de budas e  flores de lotus. A massagem do hotel tinha um preço maravilhoso e era incrível. Ganhamos upgrade de lua de mel para o melhor quarto, que era na verdade uma cabana com piscina ao redor  privativa, banheiro aberto, deck…e de a  quebra a natureza presenteou umas borboletinhas que entravam no quarto de vez em quando e um cheiro incrivel de puro verde.

              Conseguimos o contato de um Balinês guia/motorista, que falava inglês muito bem, ele ficou conosco todos os dias, e penso que essa é a melhor opção para quem deseja explorar Bali. Ter um motorista/guia à disposicao (tenho contato, e posso passar para quem quizer, basta me pedir por email ou facebook). O preço que ele cobra por dia vale muito a pena, e ele conhece muito bem tudo, ele nos entregou um “cardápio” com diversas opções de passeios com as respectivas fotos, achei super bacana!

             Nós vimos nessa viagem : Elefantes, arrozais, zoológico, lagos gêmeos, templos no mar, templo no Lago, montanha com Vulcão, fomos à  praias para locais com dificil acesso, mergulhamos, visitamos templos Budistas e Indus, assistimos à show tipico de dança local, vimos a celebraçao com fogo no alto de templo à beira mar,dentre outras coisas incríveis. A vida em Bali corre num ritmo diferente, é impossível não relaxar e se entregar a seus encantos. Os preços sao super acessiveis, uma boa refeição custa uma média de 8 dólares por pessoa. Os locais são amigáveis, para os que gostam de compras o forte em Bali são os artigos de decoração (um problema para quem tem pouca bagagem), o clima parece muito com o de algumas regiões tropicais do Brasil, as chuvinhas nessa época(final de ano) são breves. E para os que tem mais tempo, existem vários passeios para conhecer algumas ilhas proximas a Bali. Tenho muito mais informacao mas prefiro ser breve, e deixa-los com esse resuminho eficiente sobre como viajar para Bali e o que esperar! Qualquer duvida entrem em contato!  ENJOY BALI! Um abraço a todos!

Seguem slides como algumas fotos do paraíso:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Link para um breve vídeo sobre Bali:
Quer ideias de roteiros pela Asia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo? Contacte-nos: Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com Peça já seu orçamento! Trabalhamos com individuais, grupos e agências de viagens! Temos acordo com uma das maiores operadoras da Ásia! Contacte-nos no WhatsApp para uma consulta sem compromisso: https://api.whatsapp.com/send?1=pt_PT&phone=351939149175