A espetacular mesquita Sheikh Zayed em Abu Dhabi…

       Das coisas mais belas construídas pelas mãos dos homens, uma das mais lindas e grandiosas que ja vi foi a mesquita do Sheikh Zayed de Abu Dhabi.

      Abu Dhabi é a capital dos Emirados Árabes Unidos, muita gente pensa que Dubai é a capital, mas não é.

       E quem foi Sheikh Zayed? ( nascido 6 de maio de 1918 —  falecido em 2 de novembro de 2004)  ele foi o cara que por justa causa (homenageado com o nome da Mesquita mais linda do mundo). Ele uniu, na época da descoberta do petróleo na região, os países que formam hoje  os emirados árabes. Essa união foi uma atitude política estratégica. Ele diz ter sido iluminado por Alah quando decidiu desenvolver toda a cidade de Dubai e Abu Dhabi para o Turismo, junto com o petróleo e sua gestão eficiente e estratégica ele trouxe muita prosperidade para região e é idolatrado até hoje por muitas pessoas. Morto em 2004 ele está enterrado no complexo da mesquita.

            E o que falar da Mesquita? Porquê ela é tão especial? Segue dados:

Ela tem quatro minaretes de mais de 100 metros de altura, 82 cúpulas de mármore, o maior tapete persa do mundo (de 5627 metros quadrados) e 17 mil metros quadrados de piso de mármore com magníficas pinturas florais. Trinta tipos de mármore de primeiríssima linha, trazidos de várias partes do mundo, foram usados na construção. As 96 colunas internas são forradas em madrepérola e o lustre principal, de 15 metros de altura, é cravejado de cristais Swarovski. A parede tem escrituras iluminadas em fibra ótica.

1d259bc54ed29375485ac34c747259e1
as pinturas, na ala destinada a reprodução do que seria o paraíso (feminino)
384597_2719198346648_507710696_n
O maior tapete persa do mundo
383288_2719197346623_832247899_n
Cristais da Swarovski
396860_2719199186669_1128756863_n
Muitos Cristais da Swarovski

E se tratando de mundo árabe / oriental, e lugar sagrado…vamos para as regras de vestimenta:

captura-de-pantalla-2014-12-08-a-las-21-37-28-e14180395472311

A boa noticia é que lá mesmo tem uma salinha onde eles dão uma bela e boa abaya para cobrir tudo, e um véu para a cabeça.

Agora deixo-lhes com umas belas fotos mas tenho que dizer que nenhuma pode mostrar de fato o que é a grandiosidade daquilo lá! Em outro post lhes coloco tudo de legal que tem para fazer em Abu Dhabi. Onde quer que estejamos o ângulo é bom! Tudo muito caprichado e cheio de detalhes! Esse lugar é maravilhoso!

Uma informação importante é que de Dubai para Abu Dhabi é muito perto, aproximadamente (1 hora e meia de carro). Então, se estiver indo para Dubai, não deixe de ir a Abu Dhabi passar um dia bem legal e comece pela Mesquita, sem duvida a mais bela do mundo!

Massalama!!!Bye!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Peça já seu orçamento!

Tudo o que você precisa saber sobre um incrível pequeno país asiático chamado Cingapura.

     Vou começar mencionando o nome de um homem muito, mas muito importante mesmo para a história dessa nação,  Lee Kuan Yew . Este ilustre homem foi responsável por  implantar as reformas econômicas que fizeram com que Cingapura deixasse de ser um país de terceiro mundo — praticamente uma favela a céu aberto — e se transformasse em um país de primeiro mundo, com uma renda per capita muito superior à americana. Yew desenvolveu o modelo de Cingapura por pura necessidade.  Além de não possuir recursos naturais, Cingapura não possuía nenhuma terra fértil na qual desenvolver atividades agrícolas.  Ou seja, não havia nem como plantar comida nem como extrair petróleo no país.  Logo, ele teve de recorrer ao comércio global. (Fonte (Mises Brasil.Org)

20170416-cingapura

      Pois bem, em 1965 a Cingapura tornou-se independente da Malásia, na verdade o país foi praticamente expulso de lá. Cingapura era uma mancha estéril, improdutiva e sombria em uma das mais perigosas regiões do mundo.  Com efeito, a renda per capita de Cingapura em 1965 seria equivalente à de um país como Angola ou Kosovo hoje, ajustada pela inflação.

    Com estratégias muito inteligentes, Le Kuan foi um visionário. Ele prezou pelos seguintes aspectos: moeda forte e saudável , nada de ajuda internacional, setor privado forte, respeito à propriedade, punição severa ao uso e trafico de drogas e investimentos fortes na área da educação como um todo.

    Lee Kuan Yew percebeu com clareza que a única maneira de um país sem recursos naturais como Cingapura ter alguma vantagem competitiva era se convertendo em uma região livre e segura no mercado global, uma região em que investidores pudessem investir e poupar sem medo de expropriações:

Somos o país com menos recursos naturais em toda a nossa região; portanto, só nos resta sermos honestos, eficientes e capazes.  […] Cingapura tem as qualidades para ser a Chicago ou a Zurique da Ásia Oriental.

E então com muito trabalho duro Cingapura  tornou-se um dos tigres asiáticos e além de tudo é um espetáculo de beleza, modernidade e multiculturalidade.

     Agora vou lhes contar sobre a viagem que fiz para lá em 2012. Queria fazer uma viagem equilibrada então juntei a beleza rústica, tropical e espiritual de Bali – Indonesia (leiam aqui)  com toda a modernidade e organizacão de Cingapura. Foi perfeito e super equilibrado (em gastos também ) ja que Bali tem um custo dia/dia bem menor que Cingapura.

  Cingapura é composta por malaios, chineses e indianos. A diversidade cultural do país propicia a convivência entre pessoas de diferentes religiões: taoístas, budistas, muçulmanos, cristãos e hindus. Cingapura está repleta de templos, aos quais se deve ir adequadamente vestido, sem deixar ombros ou joelhos à vista. Além disso, é obrigatório tirar os sapatos antes de entrar nos locais de culto. Todas as culturas convivem em um ambiente social pacífico e respeitoso.

Segue algumas fotos dos bairros: Little índia , Chinatown e Kampong Glam.

   A música e o teatro são muito importantes. A ópera chinesa, proveniente da dinastia Ming, é muito valorizada, com sua original mistura de diálogos, canções e danças. É muito comum observar apresentações populares nas ruas, especialmente durante o Ano Novo Chinês. Uma das mais famosas é a Dança do Leão, que contém números de acrobacia e é encenada sobretudo durante os festivais tradicionais chineses.

   É importante dizer pra vocês o que mais me marcou ao chegar na ilha de Cingapura, desde lá de cima do avião eu pude perceber o quão verde e preservada era aquele país tão moderno e então chegando lá embaixo a gente acaba mesmo ficando boquiaberto com a as estruturas dos prédios tão modernos praticamente abraçando todos as plantinhas, tudo feito de maneira sustentável e incrível. Um grande exemplo de lugar assim por lá é o Gardens By the Bay(Jardins da Baía) , são imensas estruturas metálicas com passarelas nos meios das plantações, estufas, jardins,museus e espécies de animais e etc. Mais informações sobre esse lugar incrível click aqui.

Algumas Fotos:

       O lugar mais conhecido de Cingapura, onde estão os hotéis mais caros, a zona mais turística e moderna é o bairro de Marina Bay, onde se pode apreciar a imensa roda gigante, o hotel Marina Bay Sands (com aquela piscina de borda infinita) esse hotel é aberto a visitação também,  na área tem também o Merlion Park, o Rafles e pode-se encontrar os melhores restaurantes. É importante que saibam que o sistema de transporte publico é incrível, o metrô super moderno de alta velocidade cobre toda a cidade, esta tudo em inglês  e é super tranquilo de entender e fazer tudo através dele.

     Numa outra pequena ilha pertinho está a ilha de Sentosa (considerada a ilha do entretenimento de Cingapura) que abriga grandes hotéis, uma praia linda e badalada e o parque da Universal Studios. Para chegar lá tem vários passeios saindo do próprio hotel (indo de ônibus) e tem também o metrô que sai do shopping Suntec Mall e tem o teleférico. O shopping é uma atração a parte e vale a pena pegar o transporte a partir de lá.

  À noite de Cingapura tem que ter parada obrigatória da Clark Quay, uma espécie de complexo turísticos a beira do rio, ao lado de um shopping com centenas de restaurantes, bares e baladinhas. Tudo iluminado, organizado, divertido e saudável. Uma das noites mais legais que passei  por aí afora foi sem dúvida em Cingapura. A multiculturalidade esta presente à com seus bares latinos, brasileiros, americanos, asiáticos, budha bar, apresentações de dança do ventre, dentre outros.

Como ficamos por lá só 4 dias, faltaram algumas atrações mas posso citar aqui o que pode ser bem interessante fazer também:

Museu de Civilizações Asiáticas

ArtScience Museum em Marina Bay Sands

Singapore City Gallery

Um video do Expedia pra vocês terem um panorama geral bem bacana desse país tão incrível:
Adiós amigos, hasta la vista!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Peça já seu orçamento!

Langkawi – A ilha mais linda da Malásia – divisa com Tailândia.

         Em Abril de 2016 , eu, meu marido e meu filho (que na época tinha 2 aninhos) fomos conhecer esse paraíso tropical na Asia!  Langkawi, pouco conhecida pelos brasileiros e idolatrada pelos britânicos, é um lugar muito, mas muito especial no mundo… explicarei melhor  logo em seguida.

           Langkawi na verdade é um arquipélago de 102 ilhas, no mar do Andamão, norte da Malásia, fronteira com a Tailândia. Seu mar é o mesmo que banha a famosa Tailândia. Para chegar lá nós pegamos um vôo direto da Qatar Airways de Doha para Kuala Lumpur, ficamos uns 5 dias em KL (link sobre o  Post Kuala Lumpur).  Pegamos um vôo local para Langkawi com duração aproximada de 1 hora, e um custo baixíssimo de apenas U$ 25,00 dólares com a Air Asia. Isso quer dizer que se você está viajando pelo sudoeste Asiático, certamente sera muito fácil chegar em Langkawi ou em Kuala Lumpur, e digo que apesar da moda agora ser ir pra Tailândia (e não tenho nada contra isso) mas que é possível por um preço muito baixo, conhecer a Malásia que é um país INCRÍVEL, bem estruturado para o Turismo, sem a prostituição e apelação ao turista que sabemos bem que existe em muitos lugares da Tailândia. Digamos que a Malásia seja um destino tropical mais familiar e estruturado no Sudoeste Asiático. De lá saem barcos diários para a ilha de Koh Lipe na Tailândia. O brasileiro não precisa de visto para visitar a Malásia 🙂

       img_08961

       Langkawi não é uma ilha qualquer, possui uma biodiversidade incrível, um Geoparque gigante, observatórios, teleféricos, praias lindas, montanhas, florestas, cascatas e uma cidade tradicional malaia.

Segue um video/documentário incrível que me seduziu a conhecer esse lugar, recomendo a todos os curiosos por lugares exóticos de natureza exuberante:

     Nos hospedamos no maravilhoso hotel Meritus Pelangi Resort 5*, o resort conta com uma infra-estrutura  de lazer para crianças e adultos. Esta em frente a praia e tem quartos muito espaçosos com boas varandas. Muitas vezes, procurando com antecedência, encontra-se umas tarifas bem atrativas. Em se tratando de Malásia, vale a pena procurar bons hotéis pois a relação custo x benefício é sempre positiva. Segue algumas fotos do hotel.

Este slideshow necessita de JavaScript.

        Tivemos 7 dias incríveis por lá, a assistência foi em português pois encontramos um amigo que mora lá e nos acompanhou em tudo. Quem desejar assistência para organizar os passeios , pode me mandar um email e tentarei ajudar no que for possível já que o amigo não trabalha mais como guia.

       No primeiro dia fomos direto para o Teleférico de Langkawi. O lugar funciona na verdade como um complexo turístico. Na sua base tem laguinho, cinema 4d, lojinhas e restaurantes. A vista é de tirar o fôlego e são 2 trajetos longos de teleférico até chegar a parte mais alta. De lá também você chega no Sky Bridge, ponte sobre o céu.

DCIM100GOPROGOPR3742.

     Nosso segundo passeio foi um tour pela cidade e um jantar típico malaio! A comida é uma delicia. Camarões deep Fried e Frango no molho agridoce malaio foram nossos campeões de pedidos.

    No segundo dia fomos para a praia mais linda (na minha opinião) Tanjung Rhu Beach:

12920294_10208672509465993_7047866784164509656_n
nosso modelo de fraldas encantado com a praia. A agua é morna como as do nordeste para a nossa alegriaaaaa!!

Mais imagens dessa praia e de outros lugares vocês poderão conferir no final do post , no video que fizemos sobre Langkawi.

    No dia seguinte fizemos um passeio privativo de barco pelo Geoparque passando pelo rio, manguezais, mar, cavernas com morcegos e observatório de águias. É um passeio que permite uma imersão incrível… são muitos momentos de gratidão, entusiasmo e paz.

       No outro dia fizemos o Island hopping que inclui o incrível lago de Dayang, uma trilha ate chegar lá (cuidado com os monkeys pra variar) e a visita a uma outra ilha linda Pulau Beras.

dayang-bunting-lake-0312472659_10208687478000197_1869734365246517217_n13178713_10208611486512097_3317450291360185455_n

Um outro passeio , foi na verdade uma visita a um lugar onde só os locais vão. Uma praia escondida, linda, selvagem, de agua cristalina e morninha. O nome não me vem a cabeça agora, mas esta em uma das cenas no video logo mais abaixo.

Fomos também a uma pequena floresta, onde fizemos uma trilha e chegamos numa cachoeira alta, com uma vista linda!

E enfim…o nosso vídeo de Langkawi:

Esperam que tenham curtido! Se puderem curtam minha page do facebook – TAKE A BREAK E VIAJE FACEBOOK  também e participem do Grupo de Consultoria CONSULTORIA .

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Peça já seu orçamento!

saludos e até a próxima aventura!

Experiências, um pouco dos costumes e a vida de expatriado em Doha/Catar – Oriente Médio. (Parte 2)

11537533_10206494283703350_4834189935630400240_o

          Continuando e recapitulando um pouco. Eu cheguei em Doha em Setembro de 2011 e sai de la em Junho de 2016. Durante esses quase 5 anos aconteceram muitas coisas importantes e transformadoras. Nesse post vou compartilhar um pouco da minha experiência pessoal em Doha como expatriada, brasileira e mulher.

          É interessante chegar em Doha com algum nível de inglês,  se você está com visto de dependente do marido ou da esposa porque obviamente ele(a) já é fluente em inglês,  mesmo que você não consiga se prolongar numa conversação, mas que possa entender e fazer-se entender com o básico para pegar um taxi, fazer compras no supermercado e etc. Depois disso procure imediatamente um curso intensivo e se vire nos 30, assim eu fiz. A vida sem inglês pode ser muito dura e solitária.

        Sou formada na Área de Turismo e tinha bastante experiência na área de operações Turísticas, chegando em Doha procurei trabalho em todos os lugares do Trade Turístico  e quando eu dizia minha pretensão salarial (igual a do Brasil) eles riam de mim… depois de alguns episódios desisti da minha área, entendi que a mão de obra não precisava ser qualificada eles queriam apenas pagar barato para filipinos ou indianos e pronto. Resolvi mudar e fazer trabalhos temporários para ter qualquer experiência por lá : recepcionista, manequim, comerciais e eventos em geral… o que pagam por hora é quase sempre satisfatório e era uma grande oportunidade de praticar inglês, fazer contatos e ganhar experiência.  Segue algumas fotos desses trabalhos:

         Depois começou a pintar a vontade de ganhar dinheiro com uma frequência certa e adquirir uma experiência diferente. Finalmente o meu espanhol fluente me deu a grande oportunidade de ser professora em um jardim de infância árabe. Planejava as aulas, executava e consegui fazer os pequeninos entrarem no ritmo latino… Eles e eu éramos muito felizes durante as aulas, eu aprendi muito mais do que eles, quem trabalha com crianças sabe do que eu tô falando… Apesar de que para a idade que eles tinham, contar até 10, saludar, perguntar nome, responder e cantar em espanhol, uma língua tão diferente do árabe, ja estava super de bom tamanho. Depois dessa experiência incrível , trabalhei como guia de Turismo, planejei os tours, contratei o motorista e executei os passeios. Amei a experiência de executar o turismo ao vivo e a cores, antes ficava só nos bastidores.  Pois bem, meu principezinho nasceu, e fiquei um tempo sem trabalhar até aparecer a oportunidade incrível de trabalhar como líder de sala na mesma escolinha em que ele iria ficar. Uma nursery britânica linda chamada Apple Tree (super recomendo para quem tem filhos pequenos). Lá foi onde eu mais aprendi sobre padrões de educação infantil, organização, rotina, eventos com crianças e é claro, um super salto no inglês. Segue fotos com minhas assistentes do Sri Lanka e da nossa salinha, das crianças não posso colocar mas posso dizer que cada criança tinha uma nacionalidade diferente:  crianças da Coréia, India, Qatar, Palestina, Eslovênia, Inglaterra, Canadá, Marrocos, França, dentre outras. Uma bela salada mista de crianças lindas, que eram apenas crianças… iguais a quaisquer outras de qualquer lugar do mundo.

       Meu filho nasceu em 2014 e morou no Qatar por 2 anos. Ele também trabalhou, risos…isso mesmo. Foi contratado com 3 meses de vida para ser o protagonista da campanha de divulgação do hospital público do Qatar (Hamad). Ele ganhou uma graninha bacana que veio parar numa Casa de crianças com câncer em Fortaleza Casa do Menino Jesus , é um lugar muito especial, vale a pena fazer uma visita no site (link no nome) ou ir pessoalmente e ajudar no que puder. Segue fotos e vídeo do trabalhinho dele.

link para o comercial, ele aparece a partir do 04:54:

COMERCIAL VIMEO Gabriel

         Para brasileiros que estejam chegando por la, entrem no grupo do facebook Brazilians in Doha e cadastrem-se na embaixada do Brasil em Doha. Estarão bem amparados pelo brasileiros maravilhosos que lá ainda estão. No grupo eles sempre organizam eventos legais. Segue algumas fotinhas do arraia do ano passado.

E no meio dessas e de tantas aventuras pelas arábias, a gente tinha que achar o que fazer naquele país tão pequenininho. Segue alguns lugares que nós encontramos pelo deserto que valem a pena para ter um pouco mais de contato com a natureza exótica deles:

10001506_10203066828179104_1756488025_n
Dukhan Beach
DSCN5561
Road to Dukhan Beach
FB_IMG_1467178555767
Camel Farm in Zegreet
2_Banana_Island_Resort_Anantara_Doha_Qatar_Resort_Ovewater_Villas_at_Night_G-ADOH_2350
Banana Island
17
Dunes – close to Sealine Resort
53296_4645300618001_304135864_o
Purple Island
327672_4256667142407_16957069_o
Film City – Zegreet

379161_2621924034851_2138934198_n

414550_3119473593279_1440990301_o
Zegreet
414757_3129538044884_1877398053_o
Zegreet
620438_4324148509399_443348824_o
Zegreet
665042_4645274417346_640484405_o
Purple Island
zubara-fort
Al Zubairah Fort – Where’s all started
DSCN5883
Dukhan Beach Club

            Têm coisas legais para fazer em Doha e a gente sempre via novidades de restaurantes, baladas, happy hours e alguns passeios  numa revista que se chama Time Out Doha   .

                    Os outros passeios básicos coloquei no primeiro post – Parte 1

E acrescentaria, o Katara Cultural Village, o Souk de Al Wakra, O Mall of Qatar ( aquele mesmo da mesma rede do de Dubai), o Doha Festival City e o Sheraton Park.

         Para quem tá viajando de Qatar Airways por acaso tem conexão em Doha, vale MUITO a pena parar sim, a não ser que seja naquela época onde o calor esta insuportável ( Junho, Julho e Agosto). Tenho colegas brasileiras que trabalham como guia por lá, e agora ficou facinho fazer o visto, basta chegar e fazer no aeroporto mesmo!

         Se você quer viajar para Ásia e tá meio perdido em como montar o roteiro, o que fazer, como destrinchar as passagens e etc… Entrem em contato que trabalho ainda com isso e poderei ser útil como consultora e montando um roteiro personalizado.

Massalama Habibs e habibitis!

Tens uma parada com a Qatar Airways em Doha?

Queres conhecer mais sobre a cidade que sediara a copa em 2022…

Quer um tour Qatar + Sudoeste Asiático?

Quer ideias de roteiros pela Asia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo?

Peça já seu orçamento!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Experiências, um pouco dos costumes e a vida de expatriado em Doha/Catar – Oriente Médio. (Parte 1)

doha-qatar-skyscrapers-dhow

               26 anos de idade. Era uma noite de setembro de 2011 quando eu chegava em Doha pela Qatar Airways, fui em um vôo direto saindo de São Paulo, foram 14 horas initerrupitas.  Na minha cabeça passava um milhão de coisas… Afinal de contas era apenas uma vida nova, do outro lado do mundo… Quando eu digo uma vida nova, é porque realmente era tudo novo. Eu tinha acabado de casar, ia viver numa nova casa, fazer novos amigos, teria que aprender um novo idioma, tentar encontrar um novo trabalho, estar num lugar onde a religião predominante era outra, estar sem a família perto( o pior) , dentre milhares de coisas diferentes que não caberiam aqui.

                No meu coração, apesar de tanta incerteza, eu sentia algo muito bom, se realmente existe intuição eu tinha ela forte dentro de mim e ela dizia que tudo iria ficar muito bem…sempre.  No fundo eu sempre quiz viver algo bem novo assim, mas nem em sonhos imaginaria que seria tão inusitado e tão longe. A missão foi dada, o coração pediu, eu estava preparada, e  ganhei tanto, mas tanto…em evolução…que hoje sempre que posso encorajo as pessoas a fazerem intercâmbio e arriscar-se sim. Nesse mundo tão globalizado e conectado a gente tem muito o que compartilhar, contribuir, receber,doar e aprender.

           Resumindo rapidinho o que é o Catar para que a maioria possa entender. O Catar é  um país do Oriente Médio banhado pelo Golfo pérsico, da metade do tamanho do estado de Sergipe, o idioma oficial é o árabe mas a grande maioria da população fala inglês. Sua população de estrangeiros não-árabes constituem a grande maioria da população de Qatar; os indianos são a maior comunidade, em número de 545.000 em 2013, seguido por 341.000 nepaleses, 185.000 filipinos, 137.000 bengalis, 100.000 cingaleses e 90.000 paquistaneses entre muitas outras nacionalidades.

A religião predominante é o islamismo. Possui o maior PIB do mundo graças à abundância em recursos naturais como o gás natural e o petróleo. Mas sua primeira fonte de renda  foi o mercado de pérolas.

Abaixo segue um trecho importante da wikipedia sobre a história tão recente do Catar:

“Em 3 de setembro de 1971, o Catar conquistou oficialmente a sua independência do Reino Unido e se tornou um Estado soberano.[31] O governo então decidiu voltar ao realizar o abastecimento de armas para os franceses; essa ligação seria reforçada ao longo do tempo e os franceses se tornariam seu maior fornecedor no novo milênio.[32] Em 1972, o califa bin Hamad al-Thani tomou o poder em um golpe palaciano durante um período de discórdia na família governante. Em 1974, a Qatar Geral Petroleum Corporation assumiu o controle de todas as operações de petróleo no país e o Catar rapidamente cresceu em riqueza.[33] O depósito de gás natural do Campo Norte, então a maior do mundo, foi descoberto por volta de 1976[32] e o país foi um dos primeiros a ter embarcações de gás natural liquefeito.[34]

Em 1991, o Catar desempenhou um papel significativo na Guerra do Golfo, particularmente durante a batalha de Khafji na qual os tanques do país prestaram apoio para unidades da Guarda Nacional da Arábia Saudita, que estava enfrentando o exército iraquiano. O Catar permitiu tropas do Canadá, que eram parte da coalizão internacional, usassem o país como uma base aérea e também permitiu que forças aéreas dos Estados Unidos e da França operassem em seus territórios.[17] “

           O clima é seco e árido na maior parte do ano. De Maio a Setembro – (verão),  o pico de suas temperaturas pode chegar a 50 graus em um desses meses mas vai variar no geral entre 30 e 45 graus Celsius . A melhor época para estar no Qatar sem dúvidas é de Novembro a Fevereiro onde o mínimo pode chegar a 12 graus durante a noite e 19 graus durante o dia.

        O país foi levantado rapidamente graças, principalmente,  à mão de obra barata indiana.   Tudo o que foi construído, assim como em Dubai, carrega traços elegantes de arquitetura e design árabe. E um dos lugares mais incríveis se chama The Pearl , que éuma espécie de Marina construída encima de uma ilha artificial com dezenas de restaurantes, alguns shoppings, lojas, cinema, apartamentos para alugar e vender, hotéis, parque verde,  dentre outros. Segue algumas fotos:

Dentro do complexo na parte do shopping.

IMG_20160614_125800

     Um fato que todo mundo pergunta muito é sobre vestimenta. Não é permitido usar publicamente roupas curtas mostrando grande parte das pernas, também não é legal andar com decotes e mostrar os ombros. Daí todo mundo questiona: E o calor? Bom…posso dizer que sinto menos calor no Qatar que em Fortaleza, por exemplo, pois lá tudo é estruturado com ar condicionados espalhados por todos os lados em ambientes quase sempre fechados.

       Para ir as praias privadas  (de hotéis , resorts ou clubes) podemos usar trajes de banho normais, shorts e roupas convencionais). Para sair a noite também há lugares onde uma vestimenta convencional é permitido, quase sempre os lugares são dentro de hotéis, onde também é permitido o consumo de bebida alcoólica.

        Apesar de  ser um deserto, quase como um passe de mágica o país ganhou seus parques, flores, marinas, lagos artificiais, super shoppings, estradas incríveis, hotéis, resorts e um aeroporto invejável. Lá  a água do mar passa pelo processo de dessalinização e assim abastecem toda a população, o abastecimento da energia elétrica é com o gás natural, eles também importam a grande maioria de seus alimentos e de sua mão de obra…

          O Qatar tem praias lindas, com mar calmo já que o Golfo é abrigado. Durante o verão suas águas são morninhas e a cor do mar é sempre única. Um dos esportes mais bacanas de fazer por lá é i stand up paddle.

20160528_102148FB_IMG_1467178671786

         A sua orla principal se chama Corniche, obviamente fica em um dos bairros mais caros para viver. Nessa região a arquitetura é moderníssima e arrojada, Durante a noite seus prédios ficam iluminados compondo um visual espetacular.

qatar-the-pearl
West Bay a noite

       O meu lugar favorito é onde tudo começou por lá, o mercado típico, Souk Waqif , tem um espaço enorme rústico e sofisticado (ao mesmo tempo) a céu aberto com dezenas de restaurantes de culinária oriental, alguns hotéis, lojas, stands típicos com vendas de artesanato, especiarias, comidinhas, artigos de decoração, tapetes, pashiminas, jóias, pérolas e etc… De vez em quando acontecem eventos super interessantes por lá. É o lugar onde se pode observar bem a cultura local e costumes orientais e ao mesmo tempo se sentir muito confortável com aquilo tudo, interagindo, negociando e experimentando.

Perder-se por essas ruazinhas do Souk é uma experiência incrível… Os aromas, sabores e cores desse lugar são inesquecíveis.

O Museu de Arte Islâmica(fotos abaixo) construido sob o mar, com seu parque anexado é também um lugar que foi incrivelmente projetado e executado.

        O maior parque urbano de Doha se chama Aspire Park com direito a lago, patinhos e tudo o mais, esta construído nele um super hotel e uma zona de prática esportes olímpicos. Anexado a ele também esta o shopping Villagio que tem uma espécie de Veneza dentro dele, com suas gôndolas e arquitetura.

Mais Fotos de algumas coisas lindas e curiosas desse lado de lá do Oriente!

994577_10201970770178339_1010584931_n
Um fim de tarde na Corniche
531808_4956817965740_205681852_n
Uma homenagem a pérola… merecida! Eles usufruíram e usufruem da atividade do mercado de pérolas até hoje. O monumento encontra-se na orla principal da Corniche.
1383042_10206100596221409_3474523784243087749_n
Marsa Malaz Hotel 6 estrelas – lindo de viver.
11205507_10206085523404598_4873713523393892815_n
Marsa Malaz Hotel

    Haverão outros posts sobre o Catar, ainda falta falar sobre como é a cultura local, a interação, o mercado de trabalho,  a comunidade brasileira, a gastronomia, as experiências de trabalho, como é o sistema publico de saúde, como é gerar e ter um filho lá, a vida para as crianças, a educação, o trânsito e as atrações naturais (esculturas do deserto, praias, manguezais e etc). Aguardem 🙂

Um viva a diversidade, a tolerância, ao amor entre as pessoas independente de qualquer circunstância!

Massalama! Até logo!

Tens uma parada com a Qatar Airways em Doha?

Queres conhecer mais sobre a cidade que sediara a copa em 2022…

Quer um tour Qatar + Sudoeste Asiático?

Quer ideias de roteiros pela Asia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo?

Peça já seu orçamento!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Hong Kong – Exótica, intensa, verde, e incrível tanto para crianças quanto para adultos.

Golden Pavilion, Nan Lian Garden, Chi Lin, Hong Kong

               Nós estivemos em Hong Kong por 7 dias em abril de 2016. A Ilha que faz parte da China e tem mais atrativos do que se possa imaginar. As primeiras coisas que vêm à cabeça quando pensamos em Hong Kong: Kung Fu, Caos, Luzes, Lojas e Prédios modernos…. pois chegando lá a gente descobriu que é bem menos disso e mais  relacionado à organização, parques, verde, montanhas e uma geografia linda! Fomos com nosso pequeno bambino que na época tinha exatos 2 aninhos de idade e vou contar aqui pra vocês passo a passo da nossa viagem em família pela Nova York da Ásia.

             Para que possamos entender um pouco mais sobre o porquê de Hong Kong ser tão diferente. Sob o lema de “um país, dois sistemas”, Hong Kong é uma região administrativa especial dentro da República Popular da China. Graças a esse arranjo, Hong Kong foi capaz de preservar boa parte de sua autonomia e mantém seu sistema capitalista, um sistema judiciário independente e um estado constitucional, livre comércio e liberdade de expressão.

          Tudo funciona a todo vapor em Hong Kong e dá claramente para perceber que têm muita gente pra pouco espaço, porém, tudo tem seu lugar, os transportes dão vazão à demanda, e não faltam parques para a galera praticar um pouco de artes marciais, Yoga, Tai Chi Chuan  ou mesmo apenas meditar.

       A Ilha é dividida e têm uma geografia incrível. Ficamos um pouco confusos de início sem saber o que encontraríamos do nosso lado da ilha, e o que deixaríamos de ter. Acertamos muito bem como família na escolha do lado da Ilha. Estávamos do lado numero 1 conforme mapa abaixo e logo mais lhes digo porque foi vantagem para nós.

 20170624_210437

              O lado número 1 onde têm o nome Hong Kong Island, tem menos hotéis que o lado numero 2, porém, possui algumas das principais atrações como: Ocean Park, Soho, Hong Kong Park, Business Centre, Victoria Peak, dentre outros. De qualquer maneira vale salientar que os meios de transporte por terra ou por mar são incríveis e que de qualquer lado dá para se virar bem. Para nós uma grande vantagem foi o preço do nosso hotel e pelo que vi o preço dos hotéis do lado numero 1 são mais em conta. Uma vantagem do lado 2 é que da orla de lá dá para contemplar o espetáculo de luzes nos prédios que acontece todas as noites.

              Nosso primeiro passeio foi pelo Victoria Harbour. Uma espécie de parque, junto à orla, de onde saem os barquinhos para o outro lado e de onde se tem uma vista incrível da parte moderna de Hong Kong. Segue foto em um dia nublado:

13177483_10208611550033685_7432010610957909887_n13173942_10208611553313767_831384626930836165_n

         Com esse passeio ja deu para sentir a atmosfera de modernidade, moda e movimento da cidade. Do hotel até esse lugar fomos caminhando tranquilamente de carrinho (pequeno) com Gabriel,  passando dentro do parque verde, onde ele podia brincar e gastar um pouco de energia. Segue algumas fotos do parque no meio do caminho e das ruas movimentadas.

mongkok12938077_10208714614278587_8121910249725667568_n

             Posso dizer com toda tranquilidade que ir com crianças para Hong Kong é uma experiência super bacana e enriquecedora. Mesmo ele com apenas 2 aninhos, ja dava pra perceber o quanto ele curtia vê todas aquelas cores nas luzes da rua, os símbolos, as pessoas, o verde, e claro…os mega parques…que além de super bem estruturados estavam  dentro de uma ilha incrível rica em biodiversidade e paisagens. Por incrível que pareça muitos lugares em Hong Kong lembram o Rio de Janeiro.

            Nós fomos ao Ocean Park, que Gabriel curtiu a beça mas que, com certeza, quem curtiu mais foi a mamãe aqui e o papai oceanógrafo.

13177393_10208611497432370_920209792283612606_n

           No Ocean Park têm MUITA, mas muita coisa pra fazer. Vale a pena pegar 2 dias. Tem a parte do parque dedicada ao Oceanário e tem a outra parte dedicada aos brinquedos. Ambas são enormes e parece que tudo é mesmo imperdível. Não vou falar muito pois tem muita coisa pra falar de Hong Kong ainda… só digo que é imperdível sim e deixo aqui o link para maiores informações:  https://www.oceanpark.com.hk/en

          Fomos também no Hong Kong Park, que é o parque urbano mais lindo e louco que já vi na vida. Imagine um lugar verde no meio de um MEGA Business center , limitado em tamanho, mas que com o milagre da organização e competência de alguém, foi transformado em um parque de não sei quantos andares e níveis. Com direito à aviário, estufas, museus e quadras. Lindo de viver, com uma arquitetura paisagística inacreditável. Segue algumas fotos:

GOPR3742GOPR3781G013380612938109_10208714610318488_5796364058342599020_nGOPR3798G0173970

            Daí depois que você ainda tá meio que babando pelo parque, ao sair, dá de cara com passarelas gigantescas que se formam entre o verde e adentram a cidade encontrando-se e divergindo-se com outras passarelas (com acessos à elevadores por todos os lados e rampas) e cada uma leva ou para a estação de metrô ou para outro mega shopping ou para outro parque ou mesmo para um complexo gastronômico, tudo isso conectado e com vista panorâmica da cidade lá embaixo… gente…. não dá para explicar… nem para entender…. É uma surra de organização e estrutura que nos faz repensar se lá do lado de lá eles já não estejam em outra era ou dimensão, ou a gente aqui do lado de cá que parou no tempo (o mais provável) …. É surreal, algo que deve ser vivido…

            Pois bem… A Disney…de Hong Kong. Olha não poderíamos ter escolhido melhor lugar para inaugurar a Disney em uma viagem. Foi unir o útil ao super mega exótico , impactante e  finalmente agradável.  Só posso dizer que nosso bambino de 2 anos que até então nunca havia deixado de dá seu cochilo sagrado no carrinho, ficou sem dormir o dia inteiro, enlouquecido e maravilhado com tudo. É lindo vê uma criança entrar no mundo da fantasia, da música, da magia…Eles fazem tudo tão magico e perfeito que realmente não é clichê… é pura magia ir a Disney e posso dizer que valeu sim ir com ele ainda pequenininho, ainda que eu queira levá-lo outras vezes quando ele puder ser mais radical. Nós fomos no metrô especial que leva à Disney… Segue fotos:

13063190_10208778499275672_2789755160805177207_oGOPR408113048006_10208778931446476_5131795566952873965_o13002503_10208779085650331_5739185720306257551_o13179313_10208611518672901_8825256041502013207_n13179012_10208611529673176_6054422485700207638_n13177508_10208611511312717_4190121809253302097_n

Depois do encanto Disney. O encanto Oriental… No outro dia fomos fazer o passeio que eu mais queria fazer na vida… A visita ao Big Budha. Como funcionou e como foi?

O (Tian Tan  Budha) ou Big Budha fica num lugar lindo chamado Ngong onde existe um Monasterio. É sem duvidas um lugar especial, e de difícil acesso, com único acesso através de um teleférico NGong Ping 360 ( que percorre um caminho gigantesco e o percurso em si só já faz valer a pena o passeio, a vista é demais) . Para alcançar o Budha tem que subir uns vários degraus, e a vista é arrebatadora, de doer o coracão de emoção. A visita ao monastério é algo divino e precioso também.

13173804_10208611527313117_6841146692548156604_n13138771_10208611538233390_873150147905485630_nEsse foi o ápice da viagem para o Gabriel, o encontro com um gatinho chinês.  

Mais imagens do Budha e de Ngong vocês poderão ver em um dos nossos vídeos especiais de Hong Kong:

Segue os 3 links..vale a pena vê os 3 e realizar tudo que escrevi!

Espero que tenham viajado com a gente! Esse post foi feito com muitos suspiros de saudade…

Alguns links importantes:

https://www.victoriaharbourferry.com

https://www.hongkongdisneyland.com

Os melhores bares em Soho (Hong Kong)

https://theculturetrip.com/asia/hong-kong/articles/the-10-best-bars-in-soho-hong-kong/

Peça já seu orçamento!

O mais belo Pôr do Sol do mundo!

             E no primeiro post sobre o meu segundo país de residência entre os anos de 2011 – 2017, o Qatar, pequeno país do Oriente médio, vou comentar única e exclusivamente do que , para mim, há de mais belo e marcante alí… o Sol, em especial, o momento em que ele se põe.

             Nós temos uma imagem marcante do sol do Oriente nas figuras, fotos, filmes, desenhos animados e etc. Mas eu te prometo, que nada que você viu ,de longe, te dará tanta emoção quanto vivenciar esse momento de verdade. Até meu marido que diz não sentir nada ao ver por do sol, amanhecer do sol … por haver trabalhado dias e noites em alto mar embarcado…até ele na sua justificada insensibilidade, parava e contemplava.             Pois bem… De qualquer lugar que esteja na cidade, bem possivelmente conseguirás ver a imensa bola de fogo caindo aos poucos e se transformando a cada minuto em algo totalmente diferente.

           O país de geografia super plana, com cor predominantemente bege (as construções naquela região devem ser da mesma cor, no tom claro, para não reter calor), favorece o contemplar desse momento. No meio dos carros, as vezes, da janela de casa, no andar de cima do shopping, dentre as mesquitas, da janela do carro, à beira mar…enfim… de qualquer lugar é possível apreciar o fenômeno que acontece every Single Day (todos os dias). E naquele momento um obrigada (shukran) à papai do céu seja ele que nome tenha ( Deus, Alah, ou mesmo chame-se Deus Sol), é mais que obrigatório. Poder despedir-se do Sol , sem sequer procurar por ele, presenciando de supetão sua majestade e soberania nos presenteia o dom da gratidão, da esperança, do amor, da presença de Deus através de cada sinal que a natureza nos dá.

Deixo aqui alguns poucos registros dos muitos que eu fiz durante a minha grande passagem pelo Qatar. Hoje um sentimento de nostalgia, saudade e amor me fez escrever esse post. Um abraço forte a todos os amigos que lá ainda estão e à todos que como eu ja passaram e guardaram aqui dentro um montão de histórias para contar!

Shukran Habibs e habibitis!

DSCN7907Por do Sol por trás da Torre do Hotel The Touch *****

 

DSCN5886Por do Sol dentro do mar da praia de Dukhan

 

 

969299_10203066830019150_928903061_nPraia de DukhanDSCN5883Meu pequeno arabinho Mohamed Gabriel Abdullah…

 

10001506_10203066828179104_1756488025_nUma criança árabe, livre…

DSCN5558Na Estrada para Dukhan…

 

 

 

Tens uma parada com a Qatar Airways em Doha?

Queres conhecer mais sobre a cidade que sediara a copa em 2022…

Quer um tour Qatar + Sudoeste Asiático?

Quer ideias de roteiros pela Asia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo?

Quer conferir de perto esse por do sol incrível?

Nos temos os melhores roteiros e guias de Doha (em português)

Contacte-nos:

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

Kuala Lumpur – a capital da Malásia (O país asiático do meu coração.)

Dos lugares por onde andei… Kuala Lumpur foi um desses que você não espera nada, e ele te dá tudo e mais um pouco.

        A primeira vez que fui à Kuala Lumpur foi em Julho de 2013. A viagem durou 7 dias muito bem aproveitados. Saímos de Doha/Qatar num vôo direto da Qatar Airways que dura aproximadamente 7 horas e meia. Eu sei bem, se você está no Brasil e pretende ir para lá já deve tá pensando o quão longe é…e quantas horas de viagem vai levar! Pois é… longe pra dedéu. Pra mim, quanto mais longe, melhor, mais impactante, mais diferente… O meu conselho para os viajantes que saem do Brasil é… vá com uma das 2 melhores companhias aéreas  do mundo que voa direto por mais ou menos 15 horas (Emirates (chegando em Dubai) ou Qatar Airways (chegando no Qatar) e faça o stop de um dia ,no mínimo,  que elas oferecem o visto por conta.  Se tiver disposição vale MUITO a pena conhecer qualquer uma das duas cidades. São as mais modernas do mundo Árabe, ficam situadas no Golfo Pérsico, ambas têm um por do Sol magnífico e um Souk (Mercado de Especiarias, Ouro, artesanatos, e etc) MARAVILHOSO. Não me prolongarei aqui no mundo árabe pois isso serão cenas para  próximas postagens e vídeos. Morei em Doha/Qatar por 5 anos e posso dizer que há muita beleza por alí…

          Uma outra questão importante para quem decide ir para a Ásia… Planeje-se bem, equilibre sua viagem, por exemplo: se vais para Bali na Indonésia, Tailândia, Camboja, Vietnã, ou algum outro país próximo desses menos modernos e queira vê um outro país mais moderno que esteja ali pertinho…NÃO deixe Cingapura passar! E se de quebra você quer fazer valer a pena os muitos reais que você vai gastar ou gastou de passagem … Pare sim nos Emirados (STOP FREE) depois parta para o seu destino principal e volte por Cingapura. Daí você traz na sua bagagem invisível (a mais importante) o Mundo Árabe, Asia moderna, Asia tradicional. EXEMPLO DE ROTA: SAO PAULO/DUBAI (VOO DIRETO) – DUBAI/BANGKOK (VOO DIRETO) –   – CINGAPURA/SAO PAULO (VOO COM CONEXÃO RAPIDA EM DUBAI).O trecho BANGKOK/CINGAPURA ( Faca a parte POR UMA CIA ASIATICA LOCAL, o preço é muito bom).

        Pois bem, continuando em Kuala Lumpur. Eu fiquei hospedada e super recomendo o hotel Traders, ele é maravilhosamente bem localizado, tem uma infra estrutura maneira e um preço que cabe no bolso da maioria das pessoas que optam por hotel. Ótima opção para famílias com crianças pois o hotel esta ao lado do KLCC Park, KLCC Mall, KlCC Aquaria, Pavillon Mall e Restaurantes. O Hotel tem vista para as maiores torres gêmeas do mundo as PETRONAS TWIN TOWERS. O Parque KLCC é conectado com Shopping que é conectado com estação de metrô e etc.

Petronas Twin Towers e entrada do shopping Suria KLCC.Petronas-Twin-Towers_0

No primeiro dia conhecemos os arredores, andando sempre. Cada lugar por mais normal que possa parecer ( Um parque, um shopping), para nós (ocidentais) é super diferente em cada detalhe. A Influência da Malásia é uma mistura de culturas incrível  (Indiano, Chinês e Malaio). Ali parece que toda a diferença está em harmonia perfeita. Para começar eles são maioria muçulmana, mas turistas podem andar de roupas normais, comer carne de porco nos restaurantes, bebidas alcoólicas são permitidas em locais públicos , no período do Ramadan não precisamos nos esconder para beber água, enfim, super tolerantes.

À noitinha paramos no bairro boêmio da cidade chamado Bukit Bitang. Achamos um lugarzinho onde haviam muitas comidas típicas. Comi um peixinho frito e bebi agua de coco para matar a saudade do meu Brasil e do meu Ceará.

965714_10201289082004921_1552648962_o

           Um dos principais pontos turísticos da Malásia se chama Batu Caves que é um templo Indu localizado no distrito de Gombak há 17 km da capital KL. O acesso pode ser feito através de taxi tranquilamente. A Estatua dourada do Deus Murungan de 43 metros de altura (foto abaixo) é simplesmente magnifica, uma das coisas mais lindas e impactantes que já ví na vida.

64855_10201310374268854_223423744_n

Depois subimos 272 degraus para entrar na Caverna principal. Acompanhados de macaquinhos malandrinhos que tentam pegar qualquer coisa que você tenha.. (Biscoito, salgadinhos, óculos, chapéu …) tenham cuidado eles não são mole não.

1001676_10201323859245970_638472100_n

Dentro da caverna é ainda mais impactante. O Visual de fora para dentro, as Estatuas, as oferendas, os incensos… São sensações difíceis de descrever. Seguem algumas fotos.

A Malásia têm um clima tropical muito parecido com o Brasil. A diversidade gastronômica é bacana e a culinária própria é muito boa e exótica (um pouco menos exótica  que a tailandesa).

No outro dia visitamos o Parque Selangor. Lindo, lindo…Grande, com carruagens, fontes de agua, jardins e arborismo. Um estilo asia de parque, bem estruturado, bem cuidado e impecável. Selangor é uma região bem bonita próxima a KL que abriga um dos maiores parques temáticos de lá o Sunway Lagoon.

Algumas fotos do Parque Selangor:

      No dia seguinte resolvemos ir mais longe e visitamos uma cidade nas montanhas chamada Fraser Hills . Toda pacata, verdinha, com muita coisa linda para se vê. Tivemos uma impressão mais verdadeira da Malásia nessa cidadezinha. Comemos em um restaurante pequeno bem típico e respiramos um ar puro e fresco que nos fazia falta ja que naquele momentos morávamos em Doha/Qatar.

Essa foi nossa viagem de 7 dias pela primeira vez em Kuala Lumpur. Nessa época nós não tínhamos nosso Gabrielzinho, gostamos tanto de KL que resolvemos levar ele lá e voltamos outra vez em 2016. Dessa outra viagem para KL fizemos um vídeo bem legal de viagem em família visitando alguns outros lugares que não havíamos visitado ainda. Segue link para que possam vê nosso vídeo:

E o que eu posso dizer para terminar esse post é que reforçando o título, Kuala Lumpur é uma cidade que mexeu muito com meus sentimentos de viajante apaixonada… o sentimento por essa viagem é especial, não foi paixão boba não, foi intensa. Voltaria mil vezes para lá..pois é onde de alguma forma me sinto em casa, mesmo estando tão longe geograficamente. Me pareceu como se fosse um pedacinho de um “Brasil Asiático” . Uma mistura que fez o país ser mais interessante que qualquer outro. O verde é mais verde por lá, o idioma é engraçado, há muita espontaneidade nas pessoas, mistura,  e muitos sorrisos.

Recomendo demais o destino e em breve teremos um post sobre o lugar mais turístico da Malásia,  o arquipélago de Langkawi.

Qualquer dúvida, favor contactar que ajudarei com muito prazer!

Mais lugares interessantes em Kuala Lumpur e arredores:

 KL Bird Park:  https://www.klbirdpark.com – O maior parque aviário do mundo

Putrajaya ( capital administrativa da Malásia) : https://www.youtube.com/watch?v=_Or5RJ2NlJg

Thean Hou Temple – templo chinês

Mercado central de Kuala Lumpur 

10247362_10203336773635932_5389029670981238999_n

Quer ideias de roteiros pela Ásia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo?

Peça já seu orçamento!

Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com

A bela ilha de Bali – Indonésia

cropped-10322800_10203299168547468_4384113625762024468_n

              Bali na Indonesia, a  bela ilha do filme Comer, rezar e amar, estrelado pela linda Julia Roberts…Bali se encaixa na parte (amar) do filme, o que não poderia ser diferente! Gente… Bali é natureza pura..e espiritualidade também. Tem muito mais coisa para vê do que se imagina, mais natureza mesmo, nao esperem grandes shoppings e estruturas modernas. Bali é rústica e muito turística, porém, suas ruas estreitas não são adequadas  ao fluxo crazy de motobykes, motos, carros, ônibus e etc…

             Nós fomos a Bali (eu e meu marido)  em Novembro de 2012, o clima estava perfeito, passamos 7 dias bem aproveitados por lá. Ao chegar nos deparamos com um simples e acolhedor aeroporto típico de ilha, um fluxo impressionante de pessoas, e um pegamos um trânsito intenso ao sair, trocamos um pouco de dinheiro ali mesmo. Pegamos um taxi no aeroporto e fomos para nosso hotel em Ubud. Escolhemos ficar no centro da ilha onde ficam os arrozais e a parte mais verde, de lá para a maioria  das atrações turisticas como: cachoeiras, lagos, templos do lago, show cultural típico,  floresta do macacos , dentre outros , fica bem mais perto. Ficar hospedado na costa, onde o trânsito é intenso e onde o turismo é menos “saudável “, para nós nao pareceu ser uma boa opção , nosso foco não era apenas praias, já que, diga-se de passagem, no Brasil nós temos também praias incríveis, enfim… Ubud é um bairro muito bom, com excelentes restaurantes, centro de artesanato  e localização perfeita para se explorar a Ilha de maneira mais proveitosa.

             Pagamos algo em torno de 120 dólares a diaria, para ficar em um hotel 5 estrelas, lindo, num estilo super Bali de ser, cheio de piscinas verdes, estátuas de budas e  flores de lotus. A massagem do hotel tinha um preço maravilhoso e era incrível. Ganhamos upgrade de lua de mel para o melhor quarto, que era na verdade uma cabana com piscina ao redor  privativa, banheiro aberto, deck…e de a  quebra a natureza presenteou umas borboletinhas que entravam no quarto de vez em quando e um cheiro incrivel de puro verde.

              Conseguimos o contato de um Balinês guia/motorista, que falava inglês muito bem, ele ficou conosco todos os dias, e penso que essa é a melhor opção para quem deseja explorar Bali. Ter um motorista/guia à disposicao (tenho contato, e posso passar para quem quizer, basta me pedir por email ou facebook). O preço que ele cobra por dia vale muito a pena, e ele conhece muito bem tudo, ele nos entregou um “cardápio” com diversas opções de passeios com as respectivas fotos, achei super bacana!

             Nós vimos nessa viagem : Elefantes, arrozais, zoológico, lagos gêmeos, templos no mar, templo no Lago, montanha com Vulcão, fomos à  praias para locais com dificil acesso, mergulhamos, visitamos templos Budistas e Indus, assistimos à show tipico de dança local, vimos a celebraçao com fogo no alto de templo à beira mar,dentre outras coisas incríveis. A vida em Bali corre num ritmo diferente, é impossível não relaxar e se entregar a seus encantos. Os preços sao super acessiveis, uma boa refeição custa uma média de 8 dólares por pessoa. Os locais são amigáveis, para os que gostam de compras o forte em Bali são os artigos de decoração (um problema para quem tem pouca bagagem), o clima parece muito com o de algumas regiões tropicais do Brasil, as chuvinhas nessa época(final de ano) são breves. E para os que tem mais tempo, existem vários passeios para conhecer algumas ilhas proximas a Bali. Tenho muito mais informacao mas prefiro ser breve, e deixa-los com esse resuminho eficiente sobre como viajar para Bali e o que esperar! Qualquer duvida entrem em contato!  ENJOY BALI! Um abraço a todos!

Seguem slides como algumas fotos do paraíso:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Link para um breve vídeo sobre Bali:
Quer ideias de roteiros pela Asia, quer saber como economizar no aéreo em viagens para o outro lado do mundo? Contacte-nos: Reservas / Consultoria/ grupos ou maiores informações:   takeabreakeviaje@hotmail.com Peça já seu orçamento! Trabalhamos com individuais, grupos e agências de viagens! Temos acordo com uma das maiores operadoras da Ásia! Contacte-nos no WhatsApp para uma consulta sem compromisso: https://api.whatsapp.com/send?1=pt_PT&phone=351939149175