Vietnam – História e Curiosidades

O país até então mais conhecido pela Guerra Recente, hoje, se reergue pela nobreza de seu povo, pela organização para o Turismo, pelo potencial de suas belezas naturais e culturais.

Muitos me procuram porquê já foram a Tailândia e agora sentem-se atraídos pelo Vietnam. Mas aquele que para lá vai, precisa ter o mínimo de responsabilidade em entender basicamente o que se passou e porquê esse país e seu povo são tão especiais.

Vamos lá para um resumo bem resumidinho sobre a história e informações gerais:

Viets tribais que habitavam o Delta do Rio Vermelho entraram na história escrita quando a expansão para o sul da China os alcançou no século III aC. A partir desse momento, um tema dominante da história do Vietnã tem sido a interação com a China, a fonte da maior parte da alta cultura do Vietnã. Como um estado de tributo depois de abandonar o domínio chinês em 938 AC, o Vietnã enviou artigos de laca, peles de animais, marfim e produtos tropicais ao imperador chinês e recebeu em troca pergaminhos sobre filosofia, administração e literatura. A cultura sínica penetrou profundamente na sociedade, mas moldou mais a aristocracia e as famílias mandarins do que o campesinato, que preservou costumes, crenças, vocabulário, modos de vida e relações de gênero distintos. Modelando-se com imperadores chineses, os reis do Vietnã exigiram tributo a minorias étnicas na periferia do estado vietnamita e se autodenominavam imperadores ao não se dirigirem à corte chinesa… A capital, Hanói, está localizada no norte, enquanto a maior cidade do país, Cidade de Ho Chi Minh (anteriormente Saigon), fica no sul. O Vietnã passou por um período de guerra prolongada em meados do século XX e uma divisão (1954–75), primeiro militar e depois politicamente, na República Democrática do Vietnã, mais conhecida como Vietnã do Norte e República do Vietnã, geralmente chamada Vietnã do Sul. Após a reunificação em abril de 1975, a República Socialista do Vietnã foi estabelecida em julho de 1976.

O Clima: a parte norte do Vietnã fica à beira da zona climática tropical. Durante janeiro, o mês mais frio do ano, Hanói tem uma temperatura média de 17 ° C (63 ° F), enquanto a temperatura média anual é de 23 ° C (74 ° F). Mais ao sul, a temperatura média anual em Hue é de 25 ° C (77 ° F) e na cidade de Ho Chi Minh é de 27 ° C (81 ° F); na cidade montanhosa de Da Lat, cai para 21 ° C (70 ° F). A temporada de inverno no norte do Vietnã dura de novembro a abril; do início de fevereiro até o final de março, há uma garoa persistente, e março e abril às vezes são considerados um período de transição. O verão no norte do Vietnã dura de abril ou maio a outubro e é caracterizado pelo calor, fortes chuvas e tufões ocasionais. No Vietnã central e sul do Vietnã, os ventos das monções a sudoeste, entre junho e novembro, trazem chuvas e tufões para as encostas orientais das montanhas e planícies. O período entre dezembro e abril é mais seco e é caracterizado pelos ventos das monções do nordeste e, no sul, por altas temperaturas.

Religiões: Confucionismo*, Daoísmo e Budismo Mahayana entraram no Vietnã por muitos séculos. Gradualmente, eles se entrelaçaram, simplificaram e vietnamizaram-se para constituir, juntamente com vestígios de crenças locais anteriores, uma religião indígena que passou a ser compartilhada em certa medida por todos os vietnamitas, independentemente da região ou classe social. É em grande parte esse amálgama religioso praticado pela quase metade da população que se identifica como budista. A religião de Cao Dai, uma síntese do confucionismo, daoísmo, budismo e catolicismo romano, apareceu durante os anos 20 e, nos anos 30, a seita neo-budista Hoa Hao se espalhou por partes do delta do Mekong. Cao Dai tem cerca de metade dos adeptos que Hoa Hao, mas as duas congregações estão crescendo. Juntos, os dois movimentos novos-religiosos abraçaram uma minoria significativa da população. As religiões locais que envolvem numerosos espíritos predominam em muitas comunidades de terras altas.

Principais cidades:Historicamente, as principais cidades do Vietnã foram Hanói, Hue e Saigon (Cidade de Ho Chi Minh). Ao longo da história do Vietnã, a área de Hanói tem sido importante e foi o local de várias capitais antigas. Hanói também serviu como capital da Indochina francesa de 1902 a 1954, e a cidade manteve a arquitetura daquela época. O porto de Haiphong da cidade foi desenvolvido pelos franceses no final do século 19 como um centro comercial e bancário. Hue era a sede da família Nguyen, que controlava o centro e o sul do Vietnã do final do século XVII ao final do século XIX. Localizado no rio Huong , foi estabelecido no início do século 19 como um centro político e religioso, e suas funções econômicas eram auxiliares. Saigon foi construída em grande parte pelos franceses na segunda metade do século XIX como a capital administrativa e o principal Porto de Cochinchina(pois é daqui que vem a palavrinha que usamos tanto no Brasil). A arquitetura da cidade lembra vilas e cidades no sul da França. A cidade vizinha de Cholon tem sido um grande centro de etnia chinesa.

Alguns Costumes e Curiosidades: A herança confucionista * do Vietnã é evidente na importância que os vietnamitas dão à família. As famílias são essencialmente patrilineares, mas as mulheres vietnamitas trabalham ao lado dos homens em muitos empregos e desempenham um papel importante na criação dos filhos e no gerenciamento das finanças familiares. Quando possível, os vietnamitas preferem trabalhar do início da manhã até o início da noite, com um longo período de descanso durante o calor do meio-dia. Nas áreas rurais, homens e mulheres usam calças e camisas ou blusas. Em ocasiões formais e em áreas urbanas, roupas de estilo ocidental são comuns, incluindo saias e blusas para mulheres. Às vezes, as mulheres ainda usam uma forma do tradicional da-dai, uma túnica comprida e cortada sobre as calças.

O Confucionismo* ou confucianismo é um sistema filosófico chinês criado por Confúcio. Entre as preocupações do confucionismo estão a moral, a política, a pedagogia e a religião. Conhecida pelos chineses como “ensinamentos dos sábios”. Fundamentada nos ensinamentos de seu mestre, o confucionismo encontrou uma continuidade histórica única. O confucionismo é considerado uma filosofia, ética social, ideologia política, tradição literária e um modo de vida.

Turismo: o Vietnã se tornou um novo destino turístico no sudeste da Ásia. Operadores de turismo locais e internacionais oferecem passeios a grupos étnicos minoritários, passeios a pé e de bicicleta, passeios de fotografia, passeios de caiaque e de vários países, em particular com os vizinhos Camboja, Laos e Tailândia. Os turistas estrangeiros podem viajar livremente no país desde 1997. A economia do Vietnã passou de uma economia agrária para uma economia de serviços. Mais de um terço do produto interno bruto é gerado por serviços, que incluem o setor de hotelaria e restauração e transporte. A manufatura e construção (28%), agricultura e pesca (20%) e mineração (10%) têm participações muito menores. O turismo contribui com 4,5% para o produto interno bruto (em 2007). Após a indústria pesada e o desenvolvimento urbano, a maioria dos investimentos estrangeiros no Vietnã concentrou-se no turismo, especialmente em projetos de hotéis. Segundo o relatório habitual do Conselho Mundial de Turismo e Viagens, o turismo contribuiu 6,6% para o PIB igual a 279.287bilhões. O Vietnã iniciou recentemente slogans turísticos, conhecidos como “Charme atemporal do Vietnã”

Agora as imagens vão falar melhor que as letrinhas desse post! A seguir, vídeo do departamento de Turismo do Vietnam.

Temos Programas de Viagem completos, roteiros personalizados ou em grupo, guias em português ou espanhol (locais que falam a língua selecionada), entradas para atrações, hospedagem, cruzeiros, dentre outros serviços . Nosso escritório principal fica em Hanói – Mundo Ásia Tours.

Turismóloga e Especialista em Operações Turísticas há mais de 15 anos, fluente em 4 idiomas. Conhece mais de 30 países, morou em Doha por 5 anos e atualmente reside em Portugal. Representante Oficial da Mundo Ásia Tours em Português e Diretora e escritora da Take a Break & Viaje e Porto Routes – receptivo em Portugal.

https://takeabreakeviaje.com/2019/12/04/os-melhores-destinos-e-hoteis-de-praia-na-asia-para-familias/

Deixe uma resposta